Relançado concurso de ideias para o monumento ao oleiro

O Município de Tondela decidiu relançar o concurso de ideias para o monumento ao oleiro, depois de este ter sido suspenso durante algumas semanas, em virtude da situação de pandemia que se vem atravessando.

Este processo de adiamento e consequente reagendamento foi feito em articulação com os parceiros, de forma a permitir as visitas ao local de implantação do monumento, coisa que não foi possível durante este período da COVID 19.

Com este relançamento, são apresentadas novas datas:

18 de outubro: Prazo limite para o envio de pedidos de esclarecimento

20 de novembro: Submissão de propostas

19 de dezembro: (Aniversário da elevação de Tondela a cidade): Divulgação dos resultados. Exposição das propostas submetidas.

Normas de participação

cartaz


concurso de ideias Monumento ao Oleiro

Desde épocas remotas, Molelos tem sido um importante centro produtor de artefactos de barro negro, tal como nos é revelado na Necrópole de Paranho, com vasos do período da Idade do Bronze. As argilas de excelente plasticidade e as crescentes necessidades do mercado, levaram ao desenvolvimento de uma importante actividade artesanal, tornando a freguesia de Molelos uma notável escola para muitas gerações. No Museu Terras de Besteiros estão identificados mais de 450 Oleiros em Molelos, o que diz bem da importância económica desta actividade.

O barro Negro de Molelos consagrou-se através da sua função utilitária no quotidiano das populações. Utilizada para conservar cereais, azeitona e azeite, para levar ao fogo e cozinhar alimentos, para armazenar líquidos como água e vinho, ou ainda para serem servidas à mesa, a louça preta manteve, ao longo dos tempos, o seu papel imprescindível na vida das populações. Tradicionalmente a loiça era cozida em Soenga, processo de cozer cerâmica numa cova, pouco profunda, cavada no solo. Em Molelos, a cozedura de tipo redutor (através da obstrução completa do “forno” em fim de cozedura) origina uma louça completamente negra e parcialmente impermeabilizada. Pelo vanguardismo das formas, das novas tendências e das arrojadas pesquisas, para além do Negro, os barros de Molelos conquistaram um lugar privilegiado na promoção turística e cultural do Concelho de Tondela.

Com todo este contexto o município não podia deixar de contribuir para construir uma marca permanente no território, homenageando actuais e passados artesãos desta arte milenar. Residentes e visitantes encontrarão neste memorial um contributo para a nossa memória colectiva.

 

cartaz


Regulamento


Entidade Promotora: Município de Tondela
Organização: Município de Tondela em parceria com a Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP) e com a Rede de Cidades e Vilas Cerâmicas.
Download do regulamento.


Declaração de Autorização relativa aos Direitos de Autor

Declaração de autoria, tratamento de dados e aceitação das condições das presentes Normas de Participação (disponível para download). Download da Declaração de Autoria.


Contactos

Município de Tondela
Largo da República, n.º 16
3464-001 Tondela
Telf. 232 811 110

As dúvidas deverão ser enviadas para o email: ideias.monumento.oleiro@cm-tondela.pt

As propostas deverão ser enviadas para o email: ideias.monumento.oleiro@cm-tondela.pt